Seja Produtivo com Android Studio

O Android Studio tem atalhos de teclado para muitas ações comuns. A tabela 1 mostra os atalhos de teclado padrão de cada sistema operacional.

Tabela 1. Atalhos de teclado padrão para os sistemas operacionais Windows/Linux e Mac.

Gerais

Descrição Windows/Linux Mac
Salvar tudo Control + S Command + S
Sincronizar Control + Alt + Y Command + Option + Y
Maximizar/minimizar editor Control + Shift + F12 Control + Command + F12
Adicionar aos favoritos Alt + Shift + F Option + Shift + F
Inspecionar arquivo atual com perfil atual Alt + Shift + I Option + Shift + I
Esquema de troca rápida Control + (crase) Control + (crase)
Abrir configurações Control + Alt + S Command + , (vírgula)
Abrir caixa de diálogo da estrutura do projeto Control + Alt + Shift + S Command + ; (ponto e vírgula)
Alternar entre abas e janelas de ferramenta Control + Tab Control + Tab

Navegar e buscar no Studio

Descrição Windows/Linux Mac
Buscar em todos os locais (incluindo código e menus) Shift duas vezes Shift duas vezes
Localizar Control + F Command + F
Localizar próximo F3 Command + G
Localizar anterior Shift + F3 Command + Shift + G
Substituir Control + R Command + R
Localizar ação Control + Shift + A Command + Shift + A
Buscar por nome de símbolo Control + Alt + Shift + N Command + Option + O
Localizar classe Control + N Command + O
Localizar arquivo (exceto classe) Control + Shift + N Command + Shift + O
Localizar no caminho Control + Shift + F Command + Shift + F
Abrir janela de estrutura de arquivos Control + F12 Command + F12
Navegar entre abas do editor aberto Alt + Seta para a direita/esquerda Control + Seta para a direita/esquerda
Ir para código-fonte F4 / Control + Enter F4 / Command + Seta para baixo
Abrir aba do editor atual em uma nova janela Shift + F4 Shift + F4
Janela de arquivos abertos recentemente Control + E Command + E
Janela de arquivos editados recentemente Control + Shift + E Command + Shift + E
Ir para último local editado Control + Shift + Backspace Command + Shift + Backspace
Fechar aba do editor ativo Control + F4 Command + W
Voltar à janela do editor a partir da janela de uma ferramenta Esc Esc
Esconder janela da ferramenta ativa ou recentemente ativa Shift + Esc Shift + Esc
Ir para linha Control + G Command + L
Abrir hierarquia de tipos Control + H Control + H
Abrir hierarquia de métodos Control + Shift + H Command + Shift + H
Abrir hierarquia de chamadas Control + Alt + H Control + Option + H

Escrever código

Descrição Windows/Linux Mac
Gerar código (getters, setters, construtores, hashCode/equals, toString, novo arquivo, nova classe) Alt + Insert Command + N
Neutralizar métodos Control + O Control + O
Implementar métodos Control + I Control + I
Envolver com (if…else / try…catch / etc.) Control + Alt + T Command + Option + T
Excluir linha em que o cursor está Control + Y Command + Backspace
Recolher/expandir bloco de código atual Control + sinal de menos/mais Command + sinal de menos/mais
Recolher/expandir todos os blocos de código Control + Shift + sinal de menos/mais Command + Shift + sinal de menos/mais
Duplicar linha ou seleção atual Control + D Command + D
Preenchimento automático de código básico Control + Space Control + Space
Preenchimento automático de código inteligente (filtra a lista de métodos e variáveis por tipo esperado) Control + Shift + Space Control + Shift + Space
Completar declaração Control + Shift + Enter Command + Shift + Enter
Busca rápida na documentação Control + Q Control + J
Mostrar parâmetros do método selecionado Control + P Command + P
Ir para declaração (diretamente) Control + B ou Control + Click Command + B ou Command + Click
Ir para implementações Control + Alt + B Command + Alt + B
Ir para supermétodo/superclasse Control + U Command + U
Abrir busca rápida de definição Control + Shift + I Command + Y
Mudar visibilidade da janela de ferramentas do projeto Alt + 1 Command + 1
Mudar favorito F11 F3
Mudar favorito com mnemônico Control + F11 Option + F3
Comentar/remover comentário com comentário de linha Control + / Command + /
Comentar/remover comentário com comentário de bloco Control + Shift + / Command + Shift + /
Selecionar blocos de código cada vez maiores Control + W Option + Up
Retornar seleção atual ao estado anterior Control + Shift + W Option + Down
Ir para o início do bloco de código Control + [ Option + Command + [
Ir para o fim do bloco de código Control + ] Option + Command + ]
Selecionar até o início do bloco de código Control + Shift + [ Option + Command + Shift + [
Selecionar até o fim do bloco de código Control + Shift + ] Option + Command + Shift + ]
Excluir até o fim da palavra Control + Delete Option + Delete
Excluir até o início da palavra Control + Backspace Option + Backspace
Otimizar importações Control + Alt + O Control + Option + O
Reparo rápido do projeto (mostrar ações de intenção e reparos rápidos) Alt + Enter Option + Enter
Reformatar código Control + Alt + L Command + Option + L
Inserir indentação automática nas linhas Control + Alt + I Control + Option + I
Inserir/remover indentação das linhas Tab/Shift + Tab Tab/Shift + Tab
Junção inteligente de linhas Control + Shift + J Control + Shift + J
Divisão inteligente de linhas Control + Enter Command + Enter
Começar nova linha Shift + Enter Shift + Enter
Avançar/retornar para erro destacado F2 / Shift + F2 F2 / Shift + F2

Compilação e execução

Descrição Windows/Linux Mac
Compilar Control + F9 Command + F9
Compilar e executar Shift + F10 Control + R

Depuração

Descrição Windows/Linux Mac
Depurar Shift + F9 Control + D
Pular F8 F8
Entrar F7 F7
Entrada inteligente Shift + F7 Shift + F7
Sair Shift + F8 Shift + F8
Ir para local do cursor Alt + F9 Option + F9
Avaliar expressão Alt + F8 Option + F8
Retomar programa F9 Command + Option + R
Alternar ponto de interrupção Control + F8 Command + F8
Visualizar pontos de interrupção Control + Shift + F8 Command + Shift + F8

Refatoração

Descrição Windows/Linux Mac
Copiar F5 F5
Mover F6 F6
Excluir com segurança Alt + Delete Command + Delete
Renomear Shift + F6 Shift + F6
Alterar assinatura Control + F6 Command + F6
Em linha Control + Alt + N Command + Option + N
Extrair método Control + Alt + M Command + Option + M
Extrair variável Control + Alt + V Command + Option + V
Extrair campo Control + Alt + F Command + Option + F
Extrair constante Control + Alt + C Command + Option + C
Extrair parâmetro Control + Alt + P Command + Option + P

Histórico local/controle de versão

Descrição Windows/Linux Mac
Enviar projeto para VCS Control + K Command + K
Atualizar projeto no VCS Control + T Command + T
Ver alterações recentes Alt + Shift + C Option + Shift + C
Abrir janela do VCS Alt + ` (crase) Control + V

Criar atalhos de teclado personalizados

Você pode escolher dentre diversos atalhos préconfigurados ou modificar um deles para criar um novo atalho personalizado nas configurações de atalho do Android Studio.

Para abrir as configurações de atalho de teclado, clique em File > Settings > Keymap (no Mac, clique em File > Properties > Keymap).

Figura 1. Janela de configurações de atalhos de teclado do Android Studio.

  1. Menu suspenso de atalhos: remova a seleção do atalho desejado deste menu para alternar entre atalhos préconfigurados.
  2. Lista de ações: Clique com o botão direito do mouse em uma ação para modificá-la. Você pode adicionar mais atalhos de teclado para a ação, adicionar atalhos de mouse para associar uma ação a um clique no mouse ou remover atalhos. Se estiver usando um atalho pré-configurado, modificar os atalhos de uma ação criará uma cópia do atalho automaticamente e adicionará as suas modificações à cópia.
  3. Botão de copiar: Selecione um atalho do menu suspenso para usar como ponto de partida e clique em Copy para criar um novo atalho personalizado. Você pode modificar o nome e os atalhos.
  4. Botão de redefinir: Selecione um atalho do menu suspenso e clique em Reset para devolvê-lo à configuração original.
  5. Caixa de busca: Digite aqui para buscar um atalho de teclado pelo nome da ação.
  6. Buscar por atalho: Clique em Find Actions by Shortcut e digite o nome de um atalho para buscar ações por atalho.

Fontes:

Site oficial Android Studio: (https://developer.android.com/studio/intro/keyboard-shortcuts?hl=pt-BR)

Anúncios

Três Boas Alternativas ao Spotify

Todos nós gostamos de curtir uma música no trajeto do trabalho, lavando a louça ou simplesmente ter aquela música de fundo no ambiente de trabalho e, para muitos a escolha é Spotify.

O Spotify ganhou espaço nos smartphones da maioria das pessoas. A única coisa realmente irritante são aquelas propagandas constantes e eu não estava disposto a pagar pelo plano Premium. Então, resolvi procurar por alternativas e abaixo listarei as que considero as mais interessantes.

Libre.FM: Música livre de verdade

Criado pela GNU Project, Libre.fm é um site de comunidade musical que visa prover um Software Livre substituto para a Last.fm. O site foi fundado em 2009 por Matt Lee. Você pode escolher criar uma conta e compartilhar seus hábitos e de acordo com isso o site recomenda músicas ao usuário.

Disponivel: Web, Google Play

Jamendo: Descubra a música gratuita em streaming e downloads de milhares de artistas independentes

Jamendo é um site de música e uma comunidade aberta de artistas independentes e amantes da música. Ele se considera “o maior serviço digital do mundo para música livre”.

Disponível: Web, Google Play

Radio Garden: Explore rádio ao vivo girando o globo

Com uma interface tridimensional você é capaz de ouvir as transmissões de rádios de várias partes do mundo em tempo real. Radio Garden é um projeto holandês de pesquisa radiofônica e digital, sem fins lucrativos, desenvolvido de 2013 a 2016, pelo Netherlands Institute for Sound and Vision, (sob supervisão de Golo Föllmer, da Martin Luther University of Halle-Wittenberg) pelo Transnational Radio Knowledge Platform e outras 5 universidades europeias.

Disponível: Web, Google Play

Dicas e truques de Star Wars Battlefront

Aproveitei a promoção da Xbox durante o evento da E3 e comprei o STAR WARS™ Battlefront™ Ultimate Edition e então comecei a jogar semana passada e de cara achei o jogo excelente.

STAR WARS™ Battlefront™ oferece nove modos de jogo, nove mapas e seis heróis icônicos da série, incluindo Han Solo, Darth Vader e Luke Skywalker.

Embora Battlefront seja um shooter casual que pode ser aprendido e dominado por qualquer tipo de jogador, ele ainda requer mais estratégia do que os demais jogos de tiro disponíveis no mercado.

Primeira ou terceira pessoa? Escolha a perspectiva ideal para cada ocasião

Uma das características que diferencia Battlefront dos demais shooters é a possibilidade de alternar a visão em qualquer momento durante o confronto. Enquanto a perspectiva em primeira pessoa garante mais precisão para disparos de longa distância, o modo em terceira pessoa é ideal para disputas mais estratégicas, que exigem um campo de visão mais amplo.

Em primeira pessoa, o personagem tem uma perspectiva limitada que pode prejudicar em modos com 40 jogadores, como “Supremacia” e “Ataque dos Walkers”. Já que, nessas fases, há inimigos brotando em todos os cantos. Em terceira pessoa, o combatente consegue ter uma visão mais profunda de todos os elementos do cenário, o que facilita a conclusão de objetivos.

Aprimore suas Star Cards prediletas

Não esqueça que é possível adquirir aprimoramentos para as Star Cards em Battlefront. O “Detonador Térmico” pode ficar ainda mais poderoso e com o tempo de recarga consideravelmente menor.

Para melhorar uma Star Card, abra o menu de desbloqueio, selecione o item desejado e pressione a opção “Aprimorar”, que normalmente encontra-se disponível por 7 mil pontos assim que o item é destravado no inventário.

Não tenha medo de usar veículos e heróis

Em modos para até 40 jogadores, é comum ver soldados imperiais e rebeldes atuando apenas com armas tradicionais. Não tenha medo de se aventurar pelos cenários munido de AT-AT, Airspeeder, X-Wing e TIE, pois os veículos de Battlefront são armas extremamente potentes capazes de aniquilar diversos inimigos em poucos segundos.

Além de veículos, há heróis disponíveis em modos específicos do game, como “Caça ao Herói”, Heróis vs Vilões”, ”Supremacia” e “Ataque dos Walkers”. Em alguns deles, você pode se transformar em personagens da série ao coletar power-ups espalhados pelos vastos ambientes – há um tempo limite de 12 segundos para utilizá-los. Em geral, os power-ups aparecem nas mesmas localidades, portanto tente memorizá-las para sair em vantagem.

Lembre-se de que os heróis causam bastante dano, possuem três habilidades especiais e são mais resistentes do que Stormtroopers e soldados rebeldes. Por isso, aproveite-os para conquistar pontuações elevadas durante as batalhas.

Invista seus pontos de forma inteligente

Em Star Wars: Battlefront, você pode desbloquear dezenas de itens de aparência, armas e emotes com créditos adquiridos ao final das rodadas. No entanto, investir inicialmente em acessórios cosméticos e armamentos não é uma boa ideia, tendo em vista que os blasters iniciais – E-11, a famosa arma dos Stormtroopers, e A-280C, o armamento predileto dos rebeldes – são ótimas opções.

Por isso, gaste os seus valiosos pontos iniciais em detonadores térmicos, granadas de impacto, canhões de pulso e em habilidades passivas, como a “Mira Estável” e o “Propulsor de Pulso”. Durante os nossos testes, o “Pulso de Sensor” demonstrou ser uma das cartas mais eficazes do título, uma vez que ela é capaz de identificar a posição exata dos adversários durante um curto período de tempo.

Complete os desafios

Cumpra os três desafios adicionais para conseguir créditos e pontos de experiência facilmente. Os objetivos complementares, como acertar 10 headshots, executar 100 mortes ou vencer três vezes em modos específicos, por exemplo, concedem quantidades generosas de pontos. Caso algum desafio seja exigente demais, basta gastar 500 pontos para obter uma nova missão. Renove as tarefas sempre que necessário.

Comece pelos modos de treinamento, batalha e sobrevivência

Por mais que o foco de Star Wars: Battlefront seja, de fato, o multiplayer, saiba que existem modos single player que oferecem quantidades créditos por tarefas relativamente fáceis de serem concluídas.

Nos modos “Batalhe” e “Sobreviva”, existem missões básicas disponíveis em diferentes níveis de dificuldade, com prêmios equivalentes para cada objetivo. O modo de treinamento, que também dura alguns poucos minutos, também serve como um incentivo inicial para adquirir créditos e, consequentemente, desbloquear as primeiras Star Cards do game.

Tirada do site da EA, aqui vai mais 20 dicas e truques dos desenvolvedores de Star Wars Battlefront

Blasters e armas

Christian Johannesén, Projetista

“Controle os disparos com o seu blaster para gerenciar melhor o calor e o desvio dos tiros.”
“Com cada resfriamento bem sucedido, a dificuldade do teste para esta ação aumenta em termos de habilidade. Ao falhar, morrer ou não ativar o resfriamento, o nível de dificuldade diminuirá novamente.”
“Enquanto estiver ativo, o Tiro de Íons deixa o seu blaster mais poderoso contra veículos e mais fraco contra infantaria.”

Star Cards e itens especiais

Christian Johannesén, Projetista

“Usar a Granada de Íons é um bom modo de eliminar rapidamente Droides e torretas.“
“Tiros do Canhão de Pulso carregados por mais tempo causam maior dano. Basta um disparo completamente carregado para derrotar uma pessoa.”
“Combine o Propulsor de Pulo com uma arma explosiva, como a Balestra Wookiee, para atacar o inimigo do alto.”
“A Granada de Fumaça não apenas dificulta a visão, como também bloqueia as funções de travamento de mira de armas, torretas e Droides.”
“Os escudos de energia podem bloquear rajadas de energia, mas projéteis sólidos como granadas, foguetes e a bala do Rifle Cycler podem atravessá-los.”
“Se você estiver com um item especial que não queira, use o comando de Interação (E, X, Quadrado) em frente a um item especial do cenário para trocar um pelo outro.”
“Use o zoom para maximizar a precisão ao disparar o Rifle Cycler ou o Canhão de Pulso.”
“O Foguete Inteligente é disparado como um lançador comum, mas seus tiros rastreiam e seguem um veículo que estiver na direção do disparo.”

Pilotando caças estelares

Nick Baker, Projetista

“Se você sofrer dano enquanto estiver tentando chamar um veículo, o progresso na ação será reiniciado.”
“As manobras evasivas podem romper a trava de mísseis e a trava de mira.”
“Reduzir a velocidade aumenta a potência das armas, e aumentá-la reduz a potência das armas para as naves A-wing, X-wing, caça TIE, interceptador TIE, Escravo I e Millennium Falcon.”

Björn Sundell, Projetista de Veículos

“Mantenha o Gatilho Esquerdo (Botão Direito do Mouse no PC) pressionado para ativar o sistema de mira nos caças estelares. Isso vai ajudar você a acertar os tiros.”

Diversos

Christian Johannesén, Projetista

“Atributos concedem bônus de efeito constante e aumentam de nível com eliminações em sequência. Quando seu personagem morre, um Atributo aprimorado perde um nível.”
“Personalize sua mão de Star Cards corretamente nos modos Caça ao Herói e Heróis vs Vilões. Nem mesmo um Jedi pode bloquear uma explosão.”
“Droides não são apenas ótimos para atacar a equipe inimiga, eles também possuem um pulso de sensor que revela inimigos para toda a sua equipe.”

Jim Fagerlund, Roteirista de Missões

“Em batalhas normais, pressione o botão direcional para cima para dar aos seus aliados controlados pela IA uma ordem de ‘procurar e destruir’; e pressione o direcional para baixo para dar uma ordem de ‘seguir o jogador’.”

Nick Baker, Projetista

“O AT-ST tem um ponto fraco na parte de trás; tente acertar ali quando estiver atacando-o e defenda esse ponto quando o estiver pilotando.“

Fontes:

http://starwars.ea.com/pt_BR/starwars/battlefront/news/10-things-to-give-you-a-head-start-br

https://www.techtudo.com.br/dicas-e-tutoriais/noticia/2015/11/confira-dicas-de-star-wars-battlefront-para-mandar-bem-no-multiplayer.html

O grande problema com os jogos em mídias digitais

A forma de aquisição de jogos de vídeo games que está nos prejudicando e aparentemente não nos damos conta disso.

No meu tempo era melhor

Eu cresci nos anos 80/90 e naquela época as locadoras de vídeo games estávam quase sempre lotadas. E não era apenas dentro delas que se formava um exército de crianças. Do lado de fora eram outras miríades de pequenos capetas esperando sua vez, ou apenas observando e gritando (na verdade berrando) dicas de golpes, fatalities ou brutalities que haviam aprendido em alguma revista.

A dona do estabelecimento tinha um caderninho que anotava a lista dos próximos gamers e caso eles não comparecessem em um prazo estipulado a fila andava. Quase sempre entrava-se em dupla, mesmo quando o jogo era single player.

Sempre tinha aquele amigo pra te dar aquela força. Tinha até o corujão: As crianças passavam a noite inteira na locadora. Minha mãe nunca me deixou fazer isso.

Nesse inferninho estava eu, com uma moeda no bolso e o coração batendo forte. Afinal não era todo dia que eu podia estar ali. Meus irmãos mais velhos sempre tinham mais grana e quando eu ia com eles eram muitas vezes duas ou três horas de jogo, as vezes até mais.

Quando criança nunca tive um vídeo game, mas tive alguns amigos que sim. Atari, Sega ou Super Nintendo. Tinham alguns pouquíssimos jogos. É por isso que tanto moleque daquele tempo era fera em alguns jogos. Capazes de fizalizá-los em apenas minutos. Era apenas um jogo comprado por ano.

“Assim até eu fico fera.” – Thor

A nova geração

Tenho inveja do meu futuro filho. Esse com certeza terá um vídeo game mesmo antes de conseguir segurar um controle e provavelmente terá a sua disposição qualquer jogo que quiser.Não tenho muito tempo para jogar como gostaria mas quando consigo procuro um jogo de puzzle na loja do Xbox.

“Quantas opções! Quanta variedade! Tá muito barato!” – Eu na Xbox store

Todas essas grandes lojas de jogos (Playstation Store, Xbox Store e Steam) trouxe pra nós uma facilidade em vários sentidos para aproveitar o melhor do console. Mas nem tudo é perfeito.

O que é seu não é seu

Todo mundo hoje em dia se acostumou a não possuir de fato produtos digitais como, ebooks, discos, filmes e séries. Da mesma forma poucos estão comprando jogos em mídias físicas para seus consoles.

“Mas cara você precisa deixar de se apegar as coisas. Os tempos são outros. Não existe mais essa coisa de possuir algo.” – Um amigo

“Quem disse? Eu quero ter meus jogos e quero poder vender, emprestar, trocar ou até doar pra alguém que ainda não jogou, por que o jogo é meu.” – Eu versão ativista

Mas de fato o meu jogo não é meu, de acordo com a DRM. Se o meu vizinho quiser jogar o jogo que eu finalizei vai ter que comprar a sua permissão na loja virtual ou terá que comprar a mídia física muitas vezes mais cara que a versão digital.

Será que estamos ganhando como consumidores com esse modelo de negócio, ou são as grandes empresas?

A resposta para mim é clara. É muito bom a facilidade apresentada por essas lojas virtuais, mas acredito que precisamos conversar sobre a DRM e pensar em novos meios para que possamos realmente ter aquilo que temos e fazermos o que bem entender com aquilo que possuímos.